sexta-feira, 31 de maio de 2013

Casa do Prodígio

Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação. Filipenses 4:13


Ontem viajamos até a casa em que cresceu uma guerreira. Hoje aterrissaremos na Áustria para conhecer o lugar em que surgiu um menino prodígio. Em janeiro de 1756, na cidade de Salzburgo, o gênio Wolfgang Amadeus Mozart vinha ao mundo para colocar o universo musical de cabeça para baixo.

Com um talento assustador, ainda garoto Mozart impressionava a todos. Percebendo muito cedo o dom precoce do filho, seu pai abandonou tudo o que fazia para se dedicar exclusivamente à formação musical do menino. Com quatro anos, ele começou o “dó-ré-mi”. Aos cinco anos, passou a compor e já maravilhava a realeza da Europa com seu virtuosismo ao piano e ao violino. Foi contratado para a corte austríaca na adolescência e definido por muitos como um “milagre divino”.


Sua vida não foi longa. Viveu apenas 35 anos, mas deixou um legado musical de mais de 600 obras impecáveis em sinfonias, óperas, concertos e, especialmente, peças para piano e violino. Morreu em dezembro de 1791, sem enriquecer, apesar de sua inigualável contribuição musical. Hoje é admirado como um dos maiores músicos do mundo ocidental.


Quando penso em Mozart, eu me lembro de Davi. Esse herói da Bíblia também foi um prodígio bem cedo. Derrubou um gigante, compôs músicas lindas, tornou-se um guerreiro exemplar, virou rei por aclamação, conquistou as maiores terras para o povo de Israel e deixou o livro de Salmos como herança milenar. O talento de Davi nas mãos de Deus o tornou insuperável.


Ao ler sobre pessoas talentosas, dá vontade de fazer algo extraordinário, não é verdade? Sabia que Deus tem muito mais para fazer por você? Ele reservou dons e habilidades que são somente seus. Mas você tem quem descobri­los. Corra atrás, aproveite seu tempo, estude o máximo e fique ao lado de Jesus para o que der e vier.


Você está na idade de tomar as decisões mais poderosas da sua vida. 

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Casa da Guerreira

Débora veio para ser mãe de Israel. Juízes 5:7

Somente 500 anos depois sua casa foi verdadeiramente reconhecida pelo mundo. Como a história humana sempre tem falhas e exageros, nunca saberemos ao certo se ela foi vilã ou mártir. A verdade é que hoje a França venera seu nome. Por isso, vale a pena uma aventura de mochila nas costas para conhecer onde ela nasceu.

Com apenas 200 habitantes, a aldeia de Domrémy-la-Pucelle é destino obrigatório a todos os presidentes da França. É ali que se encontra uma pequenina casa com um interior extremamente simples. Mas é exatamente naquele local que, em 1412 d.C., nascia uma garota prodígio que seria mundialmente conhecida como Joana d’Arc.


Seus atos guerreiros à frente do exército francês contra a Inglaterra são relembrados por todos. Sua coragem, liderança e ousadia intimidavam até os reis. E tudo isso aconteceu em uma “vida relâmpago” de apenas 19 anos. Foi exatamente nesta data, há 582 anos, que sua bravura foi silenciada. Após ser presa por ingleses e se tornar vítima de artimanhas políticas, Joana d’Arc foi queimada viva no centro de Paris. Apesar de muitos relatos beirarem a fantasia, a história a considera uma mártir.


Na Bíblia, também existe outra guerreira. Débora foi uma mulher que conseguiu manter acesa a chama da verdade junto ao povo de Israel. Sua forte liderança na hora mais decisiva fez toda a diferença para o exército israelita.


Isso nos mostra que ser homem ou mulher, alto ou baixo, juvenil ou idoso não é o que importa para Deus. O que realmente muda tudo é a disposição em obedecer a um chamado do Céu. Débora encarou o desafio, orou ao Senhor pedindo força, não temeu o inimigo à frente e entrou para as páginas sagradas como uma heroína da fé. Não é o máximo?


E você? Já pensou em fazer algo grandioso por Jesus? O mundo precisa ver a revelação do poder de Deus através da determinação de Seus filhos. Ore agora mesmo para Cristo torná-lo um valente soldado do bem. A vitória será certa!

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Deserto Branco

Aparecerão [...] falsos messias... para enganar. Mateus 24:24

Viajar até lá é chegar ao local mais seco de toda a Terra. As temperaturas são extremamente baixas. Por lá, passam os maiores vendavais do mundo. Ninguém consegue morar permanentemente no local. Tudo é tão desolado e solitário que a sensação é de estar em outro planeta. Sem contar a imensidão desse destino.


Estamos falando da Antártica. Apesar de não chover praticamente nunca por lá, aquele território armazena 70% de toda a água potável do planeta. O majestoso continente branco é uma enorme calota gelada com dois mil metros de altura, e tem 98% de seu território completamente coberto de gelo. O clima você já conhece, não é mesmo? É de longe o lugar mais frio da Terra, com temperaturas que ultrapassam 80 graus negativos! No inverno, a Antártica pode ficar seis meses sem a luz do Sol, mergulhada em uma interminável noite escura.


Quer conhecer outras três curiosidades? A aurora austral, identificada como “luzes do sul”, é um brilho colorido e fascinante que varre os céus noturnos, próximo ao polo sul. O pó de diamante é uma neblina cintilante composta por minúsculos cristais de gelo, que ocorre em dias de céu limpo. E o mais curioso são os falsos sóis, intrigantes luzes com um brilho diferenciado, formadas pelo reflexo da luz solar sobre a superfície gelada.


Falando em falsos sóis, você sabia que no seu dia a dia o inimigo tentará apresentar atraentes falsas verdades? A tentação nunca mostrará sua verdadeira ameaça antes de cairmos nela. Tudo parece bonito e cintilante e certo, até ser revelada a face enganadora do mal. Daí surgem a solidão, o vazio, o frio do abandono e a sensação de deserto na alma.




Quer vencer a tentação? Chame Jesus para lutar contra o tentador. Nunca se engane com as falsas luzes do mundo, nem desanime se em sua vida tudo parece escuro e sombrio. A Palavra de Deus é a verdadeira luz que ilumina o nosso caminho. Com seu brilho podemos andar seguros, porque ela reflete os poderosos raios do Sol da Justiça: Jesus Cristo.

terça-feira, 28 de maio de 2013

Minhas reflexões sobre a aprendizagem no contexto das novas tecnologias.


Minhas reflexões sobre a aprendizagem no contexto das novas tecnologias.

Minha primeira reflexão é sobre o paradoxo que vivenciamos hoje na educação. Em uma sociedade conhecida como a “sociedade da informação”, o fracasso escolar é o fator paradoxal citado por Pozo, mesmo a despeito da grande disponibilidade de conhecimento em todos campos e, é sem dúvida a grande incógnita do processo educacional. Tal contradição pode ser explicada pela falta de uma efetiva atualização nas práticas pedagógicas frente às constantes inovações tecnológicas que, segundo Antônio Nóvoa, esse problema acima apresentado pode ser resolvida por uma formação continuada ao longo da vida profissional dos professores.  
A segunda reflexão é sobre a ponderação do professor Lasdilau sobre do papel do professor como organizador e articulador da aprendizagem ao invés de ser mero reprodutor do conhecimento. Ele sugere uma maior interação entre a escola e a sociedade, principalmente no uso mais intenso das novas tecnologias e cita a televisão como um exemplo de disseminação de cultura e conhecimento se usada de forma correta.  
Em todo material analisado até o momento aponta para uma escola carente de uma abordagem atual, inovadora e que aproveite bem as ferramentas das novas tecnologias para tornar a educação significativa para o estudante e eficaz para a sociedade.

SheiKra


Ó Senhor Deus, Tu és a minha segurança. Salmo 71:1


Você prometeu obedecer. Mas, de repente, estragou tudo. Pedro garantiu fidelidade a Jesus. Mas, naquela mesma noite, ele O negou três vezes. Elias orou e viu o fogo descer do céu. Mas, a seguir, quis morrer, temendo Jezabel. Moisés abriu o Mar Vermelho, seguindo a ordem de Deus. Mas, depois, feriu a rocha, contrariando a instrução divina. Enfim, somos inconstantes, não é? Um dia estamos em cima. Outro dia, embaixo. Parece uma verdadeira montanha-russa.


Em um parque de diversões, esse é o brinquedo que me faz encarar meus piores medos. Estar na fila para esse sacrifício é como estar mais perto da cadeira do dentista. Mas se você quiser me achar em um parque, procure a pior montanha-russa. Estarei lá, mesmo pálido como uma folha de papel.


Na cidade norte-americana de Tampa, 15 montanhas-russas desafiam a coragem de todos. A que mais assusta leva o nome de um gavião africano chamado “shikra”. Por isso, ir ao Bush Gardens é enfrentar a temida SheiKra. Sua descida equivale a um prédio de 25 andares em uma queda livre de 90 graus, a 112 quilômetros por hora. Antes de despencar, os corajosos param segundos eternos “pendurados” de cara para baixo na direção da queda. A partir dali, muitos metros de subidas, rodopios e loopings duram 90 segundos.


Pergunto: assim como aconteceu com Moisés, Elias e Pedro, a sua vida não parece uma montanha-russa? Passamos por altos e baixos, e as quedas nos desafiam a enfrentar nossos próprios medos. Em um dia estamos muito bem. Mas vem a noite, e pronto! Um novo problema. Sabia que você não é o único a passar por isso? Quando as coisas fugirem do controle ou você prometer algo e pisar na bola depois, lembre-se do que é mais importante em uma montanha­-russa: o cinto de segurança. Eles são fabricados para aguentar mais de cinco vezes o peso de alguém.


Com Deus, você encontra ainda mais segurança para a montanha-russa da vida. Esteja você em cima ou embaixo, o Senhor o protegerá. Os trilhos da vida podem fazer seus sonhos rodopiarem, mas com Cristo o trajeto será garantido. Se os heróis da Bíblia foram vitoriosos, você também vencerá.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Escadaria Misteriosa

Sejam santos em tudo o que fizerem. 1 Pedro 1:15




Perto de Cancún, no México, há uma escadaria muito famosa. De certa forma, ela também pretendia ser uma porta para o Céu. Ela está na visitadíssima cidade milenar de Chichén Itzá. Por volta do século 12, antes do descobrimento das Américas pelos europeus, os maias viviam ali. E a famosa escada faz parte do templo principal, chamado Kukulcán.

Em forma de pirâmide, o templo é um dos locais mais preservados da cultura maia. Da cada lado, tem uma escada incrível. Elas estão sincronizadas com os pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste. Cada escada tem 91 degraus. Somados, totalizam 364. No topo, o último degrau é comum a todas, chegando ao número 365 – o mesmo dos dias do ano. Incrível, não é? Provavelmente esse templo também servia de calendário.


Outra curiosidade é que se você viajar até lá e bater palmas de frente a uma das escadas, um efeito acústico produzirá o eco do chiado idêntico ao canto do Quetzal – um pássaro lindo e comum no México. Além disso, conforme a angulação do Sol, as sombras produzidas nas pedras formam figuras que parecem se movimentar.


Uma história que me impressiona muito é a de Jacó. Certo dia, longe de casa, ele se deitou e sonhou com uma escada que ia até o céu. Anjos subiam e desciam por ela. Ao acordar, ele chamou aquele lugar de Betel, que significa casa de Deus, a porta do Céu.


Por mais impressionante que seja, nenhuma construção humana pode ligar a Terra à realidade celestial. A verdade é que só existe uma escada rumo ao Céu: Jesus. É Ele que nos conduz no caminho da santificação. Cada dia que passa, devemos subir um degrau rumo ao caráter de um cristão verdadeiramente salvo por Cristo. O que você fará neste dia para avançar com Jesus na escada da santificação?
Mesmo se você escorregar e pecar, levante a cabeça. Reivindique o perdão de Deus e continue subindo rumo ao Céu.


Logo chegaremos lá, ao último degrau, à porta das mansões celestiais. Jesus vai lhe dizer: “Pode entrar, Eu morri para você poder viver aqui. Seja bem-vindo!”

domingo, 26 de maio de 2013

Base dos Sonhos


O fim de todas as coisas está perto. 1 Pedro 4:7


Três... Dois... Um... Zero! A explosão invade os ares, produzindo fogo intenso e fumaça densa. Quando parece que tudo vai explodir, um objeto começa a se mover lentamente. Suspenso no vazio, ele inicia seu deslocamento rumo aos céus. Todos olham para cima. Ficam assim até perder de vista mais um foguete rasgando as alturas com seu rastro de fumaça.


Em algum momento, você já pensou em ser astronauta? Quando menino, eu respondia a essa pergunta com um enfático sim. Até descobrir que essa fantástica profissão exigia mais que vontade. Seria necessário ser aprovado em uma criteriosa seleção física e mental. Mas, ainda hoje, quando lançam a nave espacial para fora da atmosfera, meus olhos se arregalam, admirando os heróis do espaço.


Agora, se você não é astronauta, mas deseja ficar pertinho deles, o negócio é viajar até a cidade de Cabo Canaveral, nos Estados Unidos. Lá está a sede da Nasa, a Agência Espacial Norte-Americana. O lugar é famoso por ser base de lançamento dos foguetes dos Estados Unidos. Em uma enorme área, 17 mil especialistas trabalham pela conquista do espaço. O complexo de lançamento 39 é o tão admirado local em que os veículos espaciais se descolam do chão.


Visitar o Centro Espacial é uma aventura fantástica. Existem simuladores de lançamentos de foguetes, museus com peças originais que voltaram do espaço, vídeos das maiores missões da Nasa e até uma pedra com o nome dos astronautas que perderam a vida em busca da conquista do espaço. Felizmente, faz décadas que um acidente mais sério não acontece.


A verdade é que o ser humano sempre foi fascinado pelo espaço. Como se nosso coração não conseguisse se prender somente à Terra. Não temos asas, mas nossa curiosidade parece que tem! De fato, está no DNA dos filhos de Deus a vontade de ultrapassar os limites deste mundo de pecado.


Um dia, iremos muito além do que os astronautas que conquistaram o espaço. Mas, como eles, precisamos nos preparar para essa aventura ao lado de Cristo. Jesus é a verdadeira base de lançamento de nossos sonhos. E com Ele, a eternidade será uma realidade muito próxima. A contagem regressiva está quase no zero!


sábado, 25 de maio de 2013

Flutuando na Casa de Palha



Deus derramou o Seu amor no nosso coração. Romanos 5:5

Você se lembra da última vez em que esteve na frente de um lago e viu folhas ou gravetos flutuando nas águas? Agora, imagine uma quantidade de palha tão grande que aguentaria uma pessoa boiando em segurança... Na verdade, pense em tanta palha que uma cidade inteira poderia flutuar em cima dela...

Esse lugar existe. Estive lá e nunca mais esquecerei aquela cena. O Lago Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo. Ele fica 3.821 metros acima do nível do mar. Estar à beira dele é como ficar no topo de uma serra altíssima, com a nítida sensação de que está faltando ar. Quem não se acostuma, passa mal. Pode até desmaiar pelos efeitos da altitude.

É nesse lago que existe uma cidade absolutamente única. Não há nada igual em todo o mundo! Chamada de Los Uros, é uma comunidade de nativos bolivianos e peruanos que vive literalmente flutuando sobre a palha. Imensas quantidades de totoras – planta típica da região – são ajuntadas em feixes que se amontoam por centenas de metros para servirem de “chão flutuante” a centenas de famílias. As casas também são feitas de palha.

Os “habitantes das águas” vestem roupas típicas bem coloridas e têm a pele queimada pelos efeitos do Sol no ar rarefeito. Eles pescam, caçam pássaros, fazem artesanato e recebem muito bem qualquer viajante. Visitei uma família cuja casa tinha quartos, cozinha, sala e até quarto de hóspedes para atrair turistas interessados em “dormir boiando” uma noite inteira.

Lá também tem escola, prefeitura, igreja e até a recepção via satélite da TV Novo Tempo.

Deus está presente em todos os lugares do planeta, até mesmo numa igreja que flutua sobre a palha.

Los Uros me fez admirar ainda mais o amor do Senhor. Ele nos provê abrigo e proteção nos lugares e nas situações mais improváveis. Ele nos faz flutuar em segurança pelas águas da nossa vida.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Suprema Justiça



Nós devemos obedecer a Deus e não às pessoas. Atos 5:29

Nosso país tem uma capital digna de admiração mundial. O formato de Brasília nos remete à ideia de um avião cujas asas são ocupadas por prédios residenciais. O corpo da aeronave é destinado aos edifícios mais importantes do poder federal. Bem na altura da cabine do piloto está a Praça dos Três Poderes. Lá, são tomadas as decisões mais importantes de nosso país.

Nesta praça, mais à direita, encontra-se uma bonita construção envidraçada. Construído sobre uma pequena elevação, a impressão que dá é que o imenso local está flutuando apoiado por colunas majestosas e brancas. Logo à frente, uma estátua de pedra ilustra a importância daquele palácio. Ali está o Supremo Tribunal Federal (STF), onde são realizados os julgamentos mais importantes do Brasil.
A escultura de uma mulher sentada com os olhos vendados e uma espada no colo representa a imparcialidade da justiça e sua força em executar o direito soberano do cidadão. Dentro daquele prédio, decisões muito difíceis precisam ser tomadas.

Sobre os ombros de 11 pessoas repousa o peso da responsabilidade de dar um veredicto correto. Vestidos com uma capa preta, chamada toga, cada ministro tem a obrigação de pensar e refletir no que é certo, justo e melhor para o Brasil. Será que eles são infalíveis e nunca erram? Eles fazem o melhor. Mas tudo o que é decidido pelos homens pode ter falha em algum momento.

Por isso, acredito na justiça de Deus. O STF merece nosso respeito e admiração. Porém, nada será mais importante do que a vontade soberana de Deus. Sabia que, no passado, cristãos e servos de Deus foram perseguidos e levados aos grandes júris deste mundo? Paulo compareceu à corte de Roma, Ester entrou no palácio real sem ser convidada e José ficou firme perante o Faraó. O próprio Jesus enfrentou Herodes e Pilatos. Todos eles não fugiram da responsabilidade na hora de permanecer firmes aos princípios. No lugar deles, o que você faria?

Pense nisso. Não tema fazer o que é certo, nem se preocupe em obedecer mais ao Criador do Universo do que aos homens. Com Cristo, o bem triunfa, e a justiça é feita. Para sempre!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Quem sou eu como professor e aprendiz


* O que é ser professor hoje?

Ser professor na atualidade é muito mais complexo do que em qualquer outra época, pois  requer  conhecimentos além do mero domínio da disciplina e é preciso o domínio elementar de uma gama de saberes relacionados, sobretudo ao uso das novas tecnologias e da complexidade social.

* Quem sou eu (professor) nesse contexto?

Sou  um eterno aprendiz,  sei  que não bastou apenas minha a  formação inicial. Tenho como meta: a busca constante de aperfeiçoamento profissional, principalmente no uso de novas técnicas - ingressar no Proinfo é um desses exemplos. Tenho buscado ser um professor reflexivo  sobre a minha prática pedagógica e converso com os meus  colegas sobre o que seria melhor para aprendizagem dos estudantes. Procuro selecionar e organizar o que vai ser aprendido por meus alunos procurando sempre atender as suas expectativas.

Megajato de Mangueira



E quem quiser receba de graça da água da vida. Apocalipse 22:17


Já brincou de fazer guerrinha de água com a mangueira? Não é delicioso sair todo encharcado depois de uma brincadeira com os amigos? Eu sempre fiquei fascinado com qualquer batalha de água!


Você já imaginou qual seria o maior jato de água do mundo? Ele fica na Suíça, na belíssima cidade de Genebra. Um lago esplêndido, com o contorno dos Alpes nevados no horizonte, torna a metrópole ainda mais aconchegante. E é nele que está o ponto turístico mais famoso da região: o Jet d’Eau.


De nome francês, nada mais é do que um orifício na margem do lago, ligado a uma poderosíssima bomba hidráulica que expele água a uma altura inacreditável.


O espetáculo aquático é tão magnífico que dá para ser visto de um avião a 10 mil metros de altura. Afinal, o esguicho de água sobe a 140 metros. Cerca de 50 andares. Uma gota leva 16 segundos para sair do solo e aterrissar no lago. Quem se aproxima do local sente a vibração aterradora de tanta força lançando 500 litros de água por segundo. O feixe cristalino ganha as alturas voltando numa cortina esbranquiçada de água, carregada ao sabor do vento. Tem muito viajante que acaba ensopado ali perto, quando a corrente de ar resolve mudar a direção do jato.


Sabe de onde surgiu a ideia de tornar o esguicho uma atração nacional? Quase 140 anos atrás, ele era usado como válvula de segurança para uma rede hidráulica. Os suíços gostaram tanto daquela imagem aquática na cidade que decidiram levá-la para o lago principal. Dali, nunca mais saiu!


Você se lembra de quando Deus fez jorrar água da rocha para Seu povo? Deve ter saído tanto líquido cristalino para matar a sede do povo de Israel que poderia lembrar o jato suíço. Jesus quer saciar o mundo inteiro carente de Água Viva. O amor de Cristo é tão abundante que jorra poderoso por todas as revelações da graça e perdão de Deus.


Neste dia, permita que Deus derrame Suas bênçãos sobre você. Com Cristo, sua vida vai jorrar muita alegria. E todos vão ver. Até de longe.


quarta-feira, 22 de maio de 2013

No Topo


Olho para os montes e pergunto: “De onde virá o meu socorro?” Salmo 121:1

Que o Monte Everest é o lugar mais alto do mundo ninguém duvida. O problema é que para escalar seus 8.848 metros de altura, só mesmo um alpinista profissional conseguiria. Definitivamente, isso não é para mim.

Mas sabia que tem outro topo de montanha acessível para gente bem mais normal? É um dos maiores mirantes permitidos a turistas que não têm experiência em alpinismo. O lugar é um espetáculo branco composto pelos picos gelados a se perderem no horizonte infinito dos Alpes suíços. Na cidade de Zermatt está o Matterhorn, uma rocha pontiaguda com 4.478 metros de altura ameaçadora. Sua forma piramidal é a logomarca dos famosos chocolates Toblerone.

Perto dali, após subir no teleférico mais alto da Europa, fica um elevador sensacional. Ele sobe dentro da rocha gelada. Quando suas portas se abrem, ali está o paraíso glacial, em que você vê cordilheiras de neve por todos os lados enquanto sobe uma escada inclinada e escorregadia. Ali a temperatura ultrapassa os 30 graus negativos. Comparando grosseiramente, seria como se um congelador ligado no máximo ainda parecesse quente. De lá, a 3.883 metros de altura, você experimenta uma fascinante visão capaz de aquecer o coração, em meio ao vento cortante.

Lá em cima, o silêncio é total. Maravilhas criadas por Deus, como essas, são dignas de reverência e admiração. Se o Criador tem poder para fazer coisas assim, o que seria se compreendêssemos a extensão de toda a Sua onipotência? Por isso, no topo desta parte do mundo, existe um mirante com uma cruz de ferro resistente ao frio e ao tempo. Ao lado, uma placa esfumaçada de gelo exalta a grandiosidade da criação.

Na realidade, o que para nós parece um altíssimo telhado de montanhas arranhando os céus, para Deus é poeira espalhada no chão do Universo. O maravilhoso Criador e Salvador deseja nos mostrar, no dia de hoje, o lindo cenário da eternidade. Seu desejo é levá-lo até o topo. Para alcançar essa promessa, você não precisa ser alpinista. Basta confiar em Jesus!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

2- O ponto mais profundo dos mares

2 - A maior profundidade dos oceanos é quase duas vezes a altitude do pico mais alto das Américas ( Aconcágua com 6 960,8 1 metros). A profundidade extrema fica na  Fossa das Marianas  atingindo uma profundidade de 11.034 metros.  Localiza-se no Oceano Pacífico, a leste das Ilhas Marianas,  entre as placas tectônicas do Pacífico e das Filipinas. Geologicamente, a fossa das Marianas é resultado geomorfológico de uma zona de subducção. Onde uma placa praticamente se aprofunda no manto terrestre embaixo da outra placa.

sábado, 18 de maio de 2013

1 - Você sabia que o sistema circulatório humano pode dar duas voltas meia na Terra?

 O sistema circulatório de um  humano adulto pode dar duas voltas meia na Terra O coração é a bomba que promove a circulação de sangue por cerca de 100 mil quilômetros de vasos sangüíneos. Pense se a Terra tem uma circunferencia de 40 mil quiilometros, faça os cálculos.

Doe Sangue - Salve Vidas

O volume de sangue total a ser coletado é diretamente relacionado ao peso do doador. Para os homens não pode exceder a 9ml / kg peso e, para as mulheres, a 8ml / kg peso. O anticoagulante presente na bolsa de coleta liga-se ao sangue impedindo que este coagule. O volume de anticoagulante da bolsa é padronizado para um mínimo de 400ml de sangue. Logo, uma pessoa com peso inferior a 50 kg não poderia doar o volume mínimo. Saiba como doar - Fundação Pró-Sangue

segunda-feira, 13 de maio de 2013

A Sociedade da Aprendizagem e o desafio de converter informação em Conhecimento






Síntese do Texto: A Sociedade da Aprendizagem e o desafio de converter informação em Conhecimento



Donizete Gonçalves de Macedo1

Fagner Oliveira Sales2


           A sociedade atual vive um momento paradoxal, enquanto a mesma pode ser concebida como a suposta “sociedade do conhecimento” cada vez mais se sabe cada vez menos. As estatísticas apresentam números assustadores do fracasso escolar. Porém muitos esquecem que a aprendizagem ocorre durante toda a vida especialmente na era informacional em que vivemos. Há pessoas aprendendo tantas coisas ao mesmo tempo primeiro por causa da fácil oferta de informações e segundo a demanda crescente da necessidade de aprender imposta pela própria sociedade. Todavia essa aprendizagem poderia suceder em outra perspectiva com uma melhor concepção e gestão do conhecimento advindo desta tão vasta gama de informações.

          Nesse novo contexto cibernético, a informação e o saber são fluidos e voláteis estão dispersos na rede, mas acessíveis a todos. A escola deixa de ter a primazia da informação, porém fica responsável por auxiliar os alunos a lidar com essa fonte quase inesgotável do saber informatizado. Como utilizar estrategicamente essa fantástica ferramenta na situação ensino/aprendizagem. Segundo Pozo, está em organizar os difusos e desorganizados saberes presente na web e transformá-los em saberes sistematizados. Para que a aprendizagem ocorra de forma eficaz é necessário modos diferentes de alfabetização como: a alfabetização literária, gráfica, artística, cientifica e inclusive a digital. O uso mais consciente da tecnologia estabelece uma maior capacidade cognitiva do navegante da rede, um ambiente de plena liberdade da internet proporciona condições de criticar e opinar o que possibilita formar cidadãos para uma sociedade aberta e mais democrática. Para verificar se o estudante transformou informações em conhecimento é imprescindível que construa seu próprio ponto de vista a partir e reinterpretação de uma “verdade” e depois expresse organizadamente sua idéia. Contudo, esse conhecimento tem de validade é preciso constante atualizações pois novas e demandas de aprendizagem ocorrerão cada vez mais frequentemente.

          Considerando uma nova gestão de conhecimento é preciso também de uma nova cultura de aprendizagem, já que, depende do domínio pelo estudante, das competências para aquisição, interpretação, análise, compreensão e comunicação da informação. No entanto, mudar a forma de aprender dos alunos requer também mudança na forma de ensinar dos professores. Os valores tradicionais ligados a forma aprendizagem em nossa sociedade é responsável pelo fracasso do modelo vigente. Nosso  grande desafio nos próximos anos é preparar alunos e professores para apropriação das novas formas e ferramentas de gestão do conhecimento.


1Cursista no Proinfo.
2Cursista no Proinfo.



O Vídeo discute Educação e Tecnologia



sábado, 11 de maio de 2013

Entre em contato conosco.