domingo, 21 de outubro de 2012

sábado, 20 de outubro de 2012

O álcool e o moço

Moço novo, sem esperança, há pouco era uma criança. Roupa bem suja, quase não é notado por quem passa. Seu olhar no vazio é de total e cruel abandono, um pobre coitado. Pele queimada do sol, garrafa de cachaça na mão. Os ébrios perdidos são a sua Família e seus irmãos. Mas eu me lembro dele, moço de bem, trabalhador... Agora anda triste carrega em sua face expressão da dor. Não é feio, se perdeu no meio de uma sociedade discriminatória. Onde o descaso psíquico assola e prejudica muita gente em sua breve trajetória. Mas ele sorri quando se embriaga na praça!!! Quando me vê se esconde, fica meio sem graça. De onde vem essa falta de querer ir à luta? Pra onde vai o moço, um ser como eu que por um motivo ou outro ninguém mais escuta? W.Marques

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

O GPS de Deus

O Senhor é justo e bom e por isso mostra aos pecadores o caminho que devem seguir. Salmo 25:8 NTLH . Para o fim de semana de Ação de Graças, meu esposo e eu planejamos uma viagem de Toronto, Canadá, para visitar minha mãe em Nashville, Tennessee. Resolvemos atravessar a fronteira no Lago Huron, em vez de passar por Windsor, como normalmente fazemos, já que cruzar a fronteira ali seria um pouco mais rápido. Como não conhecíamos muito bem esse roteiro, e o percurso seria de mais de 1.120 quilômetros, decidimos usar nosso novo GPS. A princípio, tudo correu bem. Era uma bela manhã de outono e o céu e o ar estavam claros. As folhas das árvores ao longo do caminho apresentavam uma riqueza de cores diferentes: laranja, amarelo e marrom. Isso fez com que a viagem fosse repousante e, ao mesmo tempo, espetacular. Cruzar a fronteira não trouxe problema, e tudo foi bem até chegarmos a Detroit, onde encontramos um bocado de desvios e obras na estrada. Entendemos que, se seguíssemos as placas de desvio ou déssemos uma volta errada, o GPS recalcularia a posição e nos daria uma rota alternativa para seguir. Infelizmente, nossa confiança no GPS foi fraca. Em vez disso, confiamos em nosso julgamento, e o resultado foi o caos. Ficamos perdidos e passamos a andar em círculos. Desesperados, e percebendo que o tempo passava muito rapidamente, decidimos confiar no GPS e ver o que aconteceria. O resultado? Você adivinhou: Encontramo-nos outra vez no rumo certo. Pensar nessa viagem me fez refletir sobre o Livro de Deus, a Bíblia. Ela é o GPS de Deus para nós. Nela, Deus nos deu a direção para nossa jornada pela vida, incluindo as armadilhas a evitar. Mas muitas vezes deixamos de confiar em Suas instruções para seguir nosso próprio caminho. Os resultados podem ser tempo desperdiçado, amargo desapontamento, tristeza e infelicidade. Com demasiada frequência, é somente quando não temos mais para onde ir que nos lembramos do GPS de Deus, no qual encontramos as instruções para a nossa felicidade na jornada desta vida, mesmo que o caminho seja difícil. Pai celestial, ajuda-nos a realmente confiar em Tua Palavra. Graças Te damos porque estás sempre ao nosso dispor, para auxiliar-nos a retomar o caminho certo quando tentamos seguir o nosso próprio. Marion Newman Chin

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Mensagens

mensagem

Entre em contato conosco.